3a trilha orientada a pedreira da voldac

3ª trilha orientada à Pedreira da Voldac atrai novos visitantes

Desde 2019, a equipe socioambiental do MEP-VR vem realizando atividades socioeducativas na antiga Pedreira da Voldac, em Volta Redonda.

No sábado (11), dentro das programações do mês do meio ambiente, o MEP-VR promoveu a terceira trilha orientada à Pedreira. Cerca de 20 pessoas previamente inscritas participaram, apesar do tempo nublado. Ao comentar sobre a participação de novos visitantes, Michel Bastos, vice-diretor da coordenação ambiental, informou que 70% dos participantes não conheciam o local.

Durante a trilha de cerca de 1 km, orientações de segurança, tipicidades da fauna e flora local e histórico da extração mineral e características geofísica da Pedreira foram feitas por biólogo, engenheira ambiental e historiador, ligados ao do MEP-VR. O encantamento das pessoas com o cenário escondido do cinza de Volta Redonda, provocou reações dos participantes. Ana Luísa Portugal, professora na cidade de Barra Mansa comentou:

“Estar aqui dá uma sensação de respiro ecológico. Tem verde, tem vida ao nosso redor, tem gente trabalhando, isto é maravilhoso! Penso que o este espaço público nos pertence, devemos pensar como espaço de criação e recriação. O fato de saber que este espaço em Volta Redonda em meio ao cinza tem vida, e resiste.”, afirmou a professora.

ÁREA DE PROTEÇÃO INTEGRAL

Sabrina Arantes, 8º período de engenharia ambiental (UNIFOA), ligada ao MEP-VR que atuou como orientadora da trilha, no final agradecida pela participação de todos, disse:

“Não canso de dizer, o local continua exuberante e exige de todos cuidados. Há notícia que a SMMA já estaria na fase final de definição do projeto apresentado pelo Movimento para transformar a área em Monumento Natural, Área de Proteção Integral. Ainda, é animador ver a mobilização cívico-ambiental das pessoas, e também o interesse em atentar para a preservação, buscando conhecimento e valorizando diferentes aspectos dos ambientes e suas conexões.”, comentou a futura engenheira ambiental.

— Vi que ainda jogam plástico no local. Lamentável, precisamos lembrar que demora mais de 500 anos para se decompor. —, lembrou Arthur de Oliveira, estudante do Pré-Vestibular Cidadão, ao ver o recolhimento de algumas garrafas pet no caminho da trilha.

Cidadãs, cidadãos e também representações do Pré-Vestibular Cidadão, da Associação de Moradores do bairro Voldac, professoras da cidade de Barra Mansa e a jornalista Andressa Gil também participaram da 3ª trilha na Pedreira.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.