Encontro Alunos e Professores MEP

Escuta aos alunos garante continuidade das aulas no MEP

Ao começar o ‘encontro de escuta’ com os alunos do MEP, realizado ontem, dia 30/05/2020, ocorreu o triste fato acontecido em Minneapolis (USA), por algozes que não quiseram ouvir o “não consigo respirar”, dito pelo George Floyd, que foi tristemente assassinado. Fato que faz lembrar João Pedro e outros.

No MEP, ao contrário, o exercício da escuta atenta aos diante das diversidades e desigualdades sociais, faz-nos reforçar a importância de ouvir o outro diante das múltiplas realidades. No encontro via plataforma digital, a tônica foi a escuta.

A professora Abigail Ribeiro, de literatura e da equipe pedagógica, aclimatou e coordenou os trabalhos, que inicialmente teve a fala motivadora da pedagoga Nirlene Pirassol.

“Estamos aqui com vocês, ouvi-los, acolhê-los é o nosso objetivo. Saúdo-os. Nossos professores estão dando o seu máximo, e gostaríamos que vocês digam em que podemos melhorar” disse a profa. Nirlene, pedagoga do MEP.

Na sequência, os alunos foram provocados pela professora Abigail e alguns manifestaram-se.

“Nossa, como é bom poder estar aqui com vocês.”;
“Tá muito difícil estudar e concentrar.”;
“O que vocês estão fazendo é incrível!”;
“Poderiam pensar em uma plataforma que a gente possas interagir mais”;
“Confesso, trabalho na área da saúde, estou animada, farei vestibular para ser veterinária.”;
“Momento muito complicado em minha casa”.

As falas dos alunos levaram alguns professores à emoção. Pedro Paulo, ex-aluno do Pré e atualmente no apoio técnico à secretaria no Movimento, presente à reunião, encorajou os futuros universitários:

“Gente, vocês estão no caminho, a transformação em vocês já começou quando entraram no MEP, comigo foi assim”.

Novos passos

Abigail informou:

“A partir de segunda, com nova estrutura, as áreas temáticas de Linguagens e redação, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias; e ciências da natureza e suas tecnologias, terão professores em sala todas as noites. Acreditem, o lugar de vocês é nas universidades pública, façam como Pedro”.

Juliana Resende, professora de matemática e coordenadora do PVC Núcleo Retiro, disse ao agradecer a participação dos alunos e professores:

“Os sonhos de vocês são nossos sonhos. Estamos com vocês, e se tiverem dificuldades falem conosco. Neste momento somos um núcleo único, todos juntos na mesma sala. Aproveito e faço um pedido – Alguns alunos não conseguiram estar aqui, assim cada um de vocês tem compromisso de avisar um, depois mais um, sobre o novo formato, comunicado em progressão geométrica.”

Colaboração: José Maria da Silva, Zezinho.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.